Não se perca ao entrar...

Aqui contém cenas explícitas de minha nudez ao avesso, para melhor visualização feche seus olhos. (Mary Backes)

domingo, 12 de junho de 2011

Muito além do que se manifesta – Peanuts


... Eu estava tomando café com um amigo. Ele estava externando seu momento de impaciência com a esposa. A determinada altura, ele entornou a chorumela:

— Estou ficando velho! Não tenho mais paciência para certas coisas de minha mulher. Eu não a entendo. Ela parece agir de modo contrário ao que deseja, e parece dizer o que não está querendo dizer. Se lido com o que ela diz, as coisas complicam… Se lido com a forma como ela age, erro… Não estou conseguindo mais equacionar essa contradição entre o manifesto e o latente na alma feminina…


Numa linguagem meio tecniquês, mas que ele compreende bem, eu sugeri:


— Enquanto você estiver determinado a lidar com o manifesto, e não resolver desnudar as ambivalências do que está por detrás, nos terrenos não-manifestos e latentes, vai se frustrar enormemente… Se ela for surpreendida nesse terreno mais profundo, que vem à superfície camuflado, e por vezes invertido, provavelmente você ganhará mais traquejo no trato com ela.



 






Em resumo, o homem que interagir apenas com o manifesto e verbalizado mundo feminino não terá compreendido da missa a metade.
 









(A tirinha de Charles M. Schulz foi publicada em 16 de novembro de 1951. Cf: Peanuts Completo: 1950 a 1952. 4a. edição. Trad. de Alexandre Boide. Porto Alegre-RS: L&PM, 2011, p. 118)  http://amadeudeprado.wordpress.com/page/2/

Um comentário:

QUIM disse...

meu amor..amei..por vezes a mulher também complica né,,homem sofre..mas confesso que também eiste muito homem precisando de manual de instruções...bjs ..te quero